Quem visita Zagreb na Croácia, tem a oportunidade de visitar uma variedade de museus; alguns contando a longa história do país, outros com foco em diferentes formas e estilos de arte. Pouca gente, no entanto, se dá conta de que nas proximidades da famosa Igreja de São Marcos, aquela do telhado colorido, existe um museu abrigado numa pequena casa restaurada: o Museum of Broken Relationships, ou o Museu dos Relacionamentos Rotos. Minha primeira pergunta foi “do que exatamente se trata este museu?”

O museu, que começou como uma exposição itinerante, foi fundado pelos croatas Olinka Vistica e Drazen Grubisic após o fim de seu relacionamento. Os objetos ali expostos foram doados por pessoas do mundo inteiro, cujos relacionamentos também chegaram ao fim. São objetos simples, corriqueiros, de maior valor emocional que material. O que os torna especiais e únicos, porém, é o relato pessoal que acompanha cada um deles. São histórias de amor, traição, luxúria, ternura e desilusão.

Durante minha visita ao museu, pude “viver” cada uma das histórias de amor e perda ali expostas anonimamente. Tudo isso ao som de uma (boa) musiquinha romântica, que servia como o fundo perfeito para curtir a dor-de-cotovelo dos outros. Para matar a curiosidade, compartilho aqui algumas delas.


Um Kit de Barbear – 1987-1996, Croácia
 Ela comprou o kit de barbear para o meu aniversário.
Faz muito tempo que não o uso, mas guardei-o
como lembrança dela. Nosso amor era intenso
mas tentamos terminar algumas vezes. Ela tinha
17 anos quando nos conhecemos; eu tinha 27,
era casado, com três filhos. Terminamos após
10 anos, mas o amor que eu ainda sinto por ela é tão
forte quanto naquela época. Enquanto isso,
ela se casou e teve uma filha. Espero que ela
não me ame mais. Espero que ela não saiba que
é a ÚNICA pessoa que amei em toda a minha vida.”


“Um Cinto Masculino – 2003-2006, São Francisco, Califórnia
O homem dos meus sonhos nunca existiu, até o dia em que o
encontrei. Nossa paixão carnal comandava nosso relacionamento;
ele era um amante excepcional, espetacular.
Este item pode não se dos mais interessantes, mas as circunstâncias
em que ele veio parar nas minhas mãos… Ai, meu Deus! Ele me
ligou em plena madrugada porque queria me mostrar algo.
Dirigi por mais de uma hora para pegá-lo e fomos assistir 
a uma chuva de meteoros… num playground! No minuto
que estacionei o carro, ele me olhou nos olhos firmemente
e disse “siga-me. Tire a roupa”. Saímos do carro
nessa noite quente de verão, jogando nossas roupas
por todos os lados. Loucuras mil no banco de uma
pracinha com o céu em chamas… estava pegando fogo,
e não estou me referindo à chuva de estrelas cadentes.
Alguns dias depois encontrei o cinto no banco
de trás do meu carro. Agora estou doando-o como
agradecimento pelos momentos que ele me fez
sentir viva. Uma semana após aquela noite ele
se mudou e nos vimos pouco depois disso. Nunca tive
a oportunidade de dizer que o amava, mas pelo
menos todos que lerem esse depoimento o saberá.” 
Se estes dois pequenos items despertaram sua curiosidade, o museu, que em 2012 ganhou o prêmio Kenneth Hudson pela sua inovação, possui vários outros itens, desde ursinhos de pelúcia a vestidos de casamento. Todos são igualmente acompanhados de histórias muito comoventes. Agora, se você ficou solteiro(a) recentemente, que tal se exorcisar do(a) ex fazendo uma doação ao Museum of Broken Relationships? 🙂

Só queria te avisar que, se você reservar alguma coisa pelos links do blog, eu recebo uma pequena comissão. VOCÊ NÃO PAGA NADICA A MAIS, mas com certeza estará ajudando o blog. Obrigado!


RESERVE SEU HOTEL AQUI || INGRESSOS PARA MUSEUS E EXCURSÕES
TRANSFER DO AEROPORTO || VOOS BARATOS

Endereço: Ćirilometodska 2, 10000 Zagreb, Croácia
Horário: 9 às 22:30hrs
Entrada: €5 por pessoa

Nesta semana vários museus por todo o mundo estão comemorando a Semana do Museu e lançaram uma hashtag #MuseumWeek. Este post faz parte de uma blogagem coletiva, com a participação de blogueiros membros da RBBV (Rede Brasileira de Blogueiros de Viagem), decidimos fazer uma blogagem coletiva sobre nosso museu preferido.


Que tal prestigiar também os outros blogs que particpam dessa iniciativa, e descobrir mais museus interessantes por todo o mundo? 🙂

Brasil na Itália: Museus Italianos que Fiquei com Vontade de Conhecer
Cantinho de Ná: Museu de História Natural de Viena
Coleção: O Museu Nacional de Bellas Artes do Rio de Janeiro
Direto de Paris: O Castelo de Amboise
Do RS Para o Mundo: Blogagem – Museus
Felipe, O Pequeno Viajante: Museu Botero, Bogotá
Gosto e Pronto: Museu de Arte de São Paulo
Já Fomos: Museu de História Natural, Washington DC
London, Sô!: Os Museus Mais Visitados de Londres
O Que Vi no Mundo: Museu Carnavalet, Paris
Outside Brazil: Museu de Antropologia, Vancouver BC
Passeios na Toscana: Três Museus em Florença Fora da Rota Turística
Segredos de Londres: Tate Modern, Londres
Sol de Barcelona: Museu de História de Barcelona
Vida de Turista: Museu do Mar, São Francisco do Sul-SC

A propósito, já curtiu o Viaje com Pedro no Facebook? 🙂

Siga o Viaje com Pedro no Twitter.
Siga o Viaje com Pedro no Instagram.
Siga o Viaje com Pedro no Google+.

15 Responses

    • Pedro

      Pois é! Quando cheguei lá ainda tive que perguntar do que exatamente se tratava, pois não acreditei que fosse realmente sobre relacionamentos mal sucedidos. A idéia me pareceu extremamente inusitada.

      Responder

Leave a Reply

Your email address will not be published.

CommentLuv badge